Como namorar alguém com depressão e ansiedade


Namorar alguém com depressão e ansiedade pode ser difícil. É doloroso ver alguém com quem você se importa sofrer e não poder ajudá-lo. Ouvir a pessoa que você mais admira e valoriza falar sobre si mesma com extrema negatividade e de uma forma que não se alinha com a forma como você a vê, pode ser desconcertante.

Continua após o anúncio

Os padrões de pensamento em preto e branco, tudo ou nada, muitas vezes ilustram o pensamento deprimido. A depressão tem uma voz forte e convincente que domina a mente de quem sofre. Há pouco espaço para a razão, tornando difícil para os parceiros encontrar uma maneira de ajudar.

Você sabe que a pessoa é muito mais do que sua depressão, caso contrário você provavelmente não gostaria de estar com ela. Você nunca será capaz de curar a depressão de seu parceiro, então não adianta tentar consertá-lo ou mudá-lo. Pode ser difícil resistir ao desejo de refutar a maneira como essa pessoa percebe a si mesma e a vida.

Mas, por conta da depressão, ele é incapaz de ver as coisas da sua perspectiva. Tentar provar ao seu parceiro o quanto ele está errado e que ele é realmente incrível geralmente leva a desconexão e ao distanciamento do casal.

Em vez de combater a depressão dessa maneira, dedique-se a aprender a conviver com a depressão. Isso significa aceitar seu parceiro como ele é, deixá-lo ter crenças negativas e dolorosas, mesmo quando você realmente quer que ele veja as coisas de forma diferente. 

Portanto, você pode parar de tentar curar a depressão e oferecer empatia, cuidado e amor. É mais provável que isso aproxime vocês e crie e fortaleça a conexão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.